Geração Minas Fit: entrevista com a aluna Julia de Paula, que participou da Maratona do Rio de Janeiro

Tempo de leitura: 5 minutos

“A Glória de ser maratonista é para sempre”. Acompanhe com a gente o sentimento de uma primeira maratona (42k) da nossa aluna Júlia, em entrevista ao Blog Minas Fit.

A corrida de rua é um esporte que tem se tornado cada vez mais popular em todo o mundo. E não é pra menos: correr é uma atividade que traz inúmeros benefícios, não só para o corpo, mas também para a mente.  

São praticadas, em sua grande maioria, por atletas amadores que buscam melhorar e aumentar sua qualidade de vida.

As provas de rua geralmente acontecem com diversas distâncias. As mais mais comuns são 5km, 10km, 21km (meia maratona) e 42km (maratona).

Recentemente, no dia 3 de junho para sermos exatos, nossa aluna da unidade Chagas Dória, Júlia Carolina de Paula (31), participou da Maratona do Rio de Janeiro.

Isso mesmo, ela correu 42,195 km, o que para nós, da Minas Fit, é motivo de muito orgulho.

Convidamos Júlia para conceder uma entrevista ao Blog Minas Fit, e ela aceitou. Confira abaixo e viva com a gente a emoção das suas palavras.

BLOG Minas Fit: Quando começou a correr? Por que?

Júlia: Comecei a correr há cerca de cinco anos. Inicialmente eu só andava de bicicleta, porém, um dia minha bicicleta quebrou e como eu estava num processo de emagrecimento e não queria ficar sem exercício físico, comecei a correr.

Não conseguia correr mais do que cinco minutos. Com o tempo fui acostumando e aprendendo a gostar da corrida.

Pratico corrida de 3 a 4 vezes por semana por prazer. Correr me faz bem!

BLOG Minas Fit: O que lhe motivou a querer participar de uma maratona?

Júlia: Desde quando comecei a correr já participei de provas de 5k, 10k, 18k, 21k porém, ainda não havia participado de uma maratona.

Sempre tive a vontade de correr a meia maratona do Rio de Janeiro (21k), porém, quando fui me inscrever, as inscrições já haviam se encerrado, e só restavam inscrições para os 42k. Fiquei meio receosa, mas pensei: é hora de enfrentar novos desafios e aumentar a distância.

BLOG Minas Fit: Como foi a sua preparação e treinamento para isso?

Júlia: Assim que o ano de 2018 começou, eu já havia estabelecido que minha meta para esse ano seria correr a maratona do Rio, porém, estava um pouco acima do peso para correr os 42km, e, além disso, estava treinando pouco.

Foi quando surgiu o #desafio5weeks, da Minas Fit em parceria com a nutricionista Priscila Bergamin; e não pensei duas vezes em participar, pois, seria a oportunidade perfeita para eu entrar no ritmo de reeducação alimentar e de treino.

Logo nas primeiras semanas de desafio já me senti mais leve e o rendimento nos treinos começou a melhorar. Ao final do desafio, tive resultados consideráveis.

O #desafio5weeks foi fundamental durante minha preparação, pois, ajudou a melhorar meu condicionamento, além de dar uma motivação a mais.

Durante a semana revezava os meus treinos entre musculação e corrida e nos fins de semana, fazia treinos longos.

BLOG Minas Fit: Você teve acompanhamento profissional ou de alguma academia?

Júlia: Sim. Durante toda a minha preparação tive acompanhamento da nutricionista Priscila Bergamin, de toda a equipe Minas Fit,  do professor Wildner que planejou os meus treinos de musculação para que eu não sofresse nenhuma lesão e do treinador prof. Raphael Soares, que cuidou de todos os meus treinos de corrida.

BLOG Minas Fit: Conte-nos como é correr uma maratona. Alguma dificuldade? Obstáculos?

Júlia: Correr uma maratona é estar em sintonia com o corpo e a mente. Acredito ser esse o principal obstáculo. Até o km 30 o corpo vai bem, depois o cansaço bate, as dores começam a aparecer e se a mente não estiver em sintonia com o corpo a gente desiste.

BLOG Minas Fit: Sabemos que correr é uma constante superação de limites. Como foi essa sensação participando da maratona?

Júlia: Com certeza, correr é uma constante superação de limites! Pude vivenciar isso a cada semana que eu recebia a planilha e tinha uma nova distância para cumprir.

Eu achava que não iria dar conta, porém, quando o treino terminava, eu via que era possível!

No início da prova, tive medo de não conseguir concluir, mas foquei meus pensamentos em Deus e em todo esforço que tinha feito nos treinos.

Quando cheguei no km 40, o corpo já estava cansado, mas faltava muito pouco.

Eu estava tão feliz por estar conquistando o meu sonho que esqueci o cansaço, as dores e a única coisa que conseguia pensar era na linha de chegada!

Superar os 42 km foi emocionante e inesquecível!

BLOG Minas Fit: Como você se sente após a sua participação?

Júlia: Terminei a maratona com as pernas travadas, com bolhas nos pés, com unhas pretas, mas com a certeza de que a dor e o cansaço seriam temporários, mas a glória de ser maratonista seria para sempre!

BLOG Minas Fit: Se pudesse convencer as pessoas a começarem a correr, quais seriam seus argumentos?

Júlia: Correr é mágico! A gente sofre, mas no final vale a pena.

A sensação de dever cumprido não tem preço! Além de trazer benefícios para o corpo, a corrida faz bem para a mente!

Correr também é uma ótima oportunidade para se autoconhecer e conhecer novas pessoas.

No início não é fácil. Aliás, nada que traz benefícios para a nossa vida vem de graça. Mas depois o corpo vai acostumando e a gente começa a curtir.

O importante é ter persistência. Nada na vida da gente vai pra frente sem persistência.